Deus é Fiel




Noticias/ VIPS/ Centro de Desenvolvimento de Produto Iveco completa quatro anos e apresenta novo diretor



Centro de Desenvolvimento de Produto Iveco completa quatro anos e apresenta novo diretor


FONTE: Brasilcaminhoneiro.com.br


O Centro de Desenvolvimento de Produto (CDP) da Iveco, localizado em Sete Lagoas (MG), completou quatro anos em junho, tendo lançado nesse período todas as recentes famílias de  produtos Iveco e a nova geração Ecoline, além de trabalhar no desenvolvimento do veículo blindado Guarani e nos estudos e testes de novas tecnologias de combustíveis alternativos.

Para dar continuidade aos projetos do CDP, quem assume o cargo de novo Diretor de Engenharia de Produto é Ugo Delfino, engenheiro que está há mais de 20 anos no Grupo Fiat. Delfino ocupa o cargo de Marco Liccardo, que assumiu a Plataforma dos Projetos Globais da Iveco, na joint venture da montadora na China, após finalizar o ciclo de desenvolvimento da geração Ecoline.

O italiano Ugo Delfino chega com a proposta de enriquecer a gama de produtos Iveco e integrar as equipes de 300 profissionais do CDP (entre engenheiros e técnicos) com as plataformas da Argentina, Venezuela,  Itália e China. “A Iveco tem hoje a mais completa e inovadora linha de caminhões, e o desafio é alavancar ainda mais esse crescimento na América Latina, aliado aos novos projetos da montadora”, conta.

Formado em engenharia mecânica, Ugo Delfino nasceu em Gênova e foi criado em Torino, na Itália, mas já possui vínculo com o Brasil desde 1998, quando veio ao país trabalhar no desenvolvimento do Palio, na Fiat Automóveis. Nesse período, liderou a estruturação da área de engenharia e o desenvolvimento de novos projetos da montadora, missão similar ao que tem hoje na Iveco. Delfino também passou pela CNH e FPT, ambas empresas do Grupo Fiat quando, em 2010, foi para a plataforma de veículos pequenos na Fiat Automóveis, onde ficou até assumir o cargo de Diretor na Iveco. Aos 48 anos, Ugo Delfino é casado com uma mineira e pai de dois filhos, também nascidos no Brasil.